Archive for outubro \28\UTC 2008

h1

Cuidado com as boazinhas

outubro 28, 2008

Se você tem um namorado, rolo ou gosta de alguém e fica puta quando aquela gostosona dá em cima dele, ou quando ele vira o pescoço para olhar um derrié mais avantajado, relaxe. Não é com essas que você tem que se preocupar. Se preocupe com as boazinhas Sim, elas ( ainda) existem.  E são as mulheres mais espertas do mundo.
Qual será o segredo dessas criaturas que nos fazem pensar: ” Mas pelo amoor proque ele está com ela?! Essa criatura não é capaz de matar uma mosca… Aliás ela é uma mosca…morta”
O principal deles é bem simples, elas não se impõem. Afinal o ego de nenhum homem aguënta uma mulher que brilhe mais do que ele. Afinal, a vida é tão difícil com uma mulher cobiçada.
Endeusar o cara também ajuda. Achar que a vida é totalmente entedianete sem ele. dizer que precisa dele. Chorar, chorar e chorar de novo.  Homens podem dizer que odeiam carência mas adoram saber que tem alguém dependente deles. Não discutir, não bater de frente e ficar amiguinha da irmã.
Ligar todos o dias, ele pode achar um saco mais vai adorar.
Nunca ter pisado numa boate também ajuda. As boazinhas conseguem amar tudo o que o cara, cosneguem torcer pelo time dele, conseguem dizer que gostam daquele filme que é um saco, conseguem ser doces e meigas o tempo todo.
Enfim, conseguem fazer chatagens emocionais incríveis ” ah, eu ficaria tãaao feliz se vc fizesse isso…”
Eu já ouvi essas palavras de um homem ” estou com ela porque ela é boazinha, sei que ela gosta de mim e não me traíria”. Juro!
Complexo de  Corno? Nãaao, imagina! Ela dizia que ele era o cara da vida dela e queria se casar com ele( isso porque era o primeiro namorado dela!) e o zé mané dizia ( e queria que eu acreditasse) que ele nunca iria se casar hahahaha…Mas pensem comigo: ela aturou o “ficar ficando” durante um ano para finalmente conseguir namorar. Vocês duvidam que ele se case com ela?  Nem eu…
Sim, ele casa com ela. Mas fica pensando em todas as meninas “más” que ele conheceu.
Ah, o machismo do mundo… Eles se casam com as boazinhas. As que fazem o que querem, viram história. Que eles nunca vão esquecer.

h1

Mulher é bicho burro mesmo!

outubro 27, 2008

 

Atirem a primeira pedra em uma mulher que nunca cometeu uma burrice por causa de um cara. Se apaixonar por um perfeito cafa, ligar mais do que devia, frases de músicas românticas no msn ( tá, eu já fiz isso ahuahauha…), msgs de textos que não vão ser respodndidas, cobrar mais atenção do que deveria, fuxicar horrores o orkut do fofo( e só ficar pensando: “mas quem é essa piriguete???????”), querer que o bonito suspire por você 24 hroas por dia.
Enfim, algusn erros masi graves a gente passa a não cometer mais depois que quebrar muito a cara, mas outros não tem jeito. Basta gostar para cometê-los.
Por isso que um dos sites que mais me tem feito rachar o bico ultimamente é o “Mulher é bicho burro mesmo”, http://www.muleburra.com , o site reúne vários “causos” de burradas típicas femininas, além de um top com as burraldas famosas da mídia.
Mas a sessão mais incrível é o ” Burralda greatests hits” , na qual todos os hinos das mulheres burras ( mesmo que sejam cantados por homens)  são analisados friamente pelas donas do site. E o repetório é vasto, vai desde Wanessinha Camargo ( que tem as músicas maais mulé burra do mundo), Ana Carolina, Grupo Revelação(  e eu pensei que ” deixa acontecer naturalmente” era uma música romântica  hahaha…), e análise da música “Sozinho”, do Peninha ( que fica um luxo na voz do Caetano) é ótima também! Adorei as interpretações das músicas vistas por esses ângulo, valhe a visita ,as risadas são garantidas e com certeza vai estar lá alguma música que marcou um momento bem dor de cotovelo!!!
Mas eu confesso que ainda prefiro as minhas burraldas roqueiras como a Shirley Mason, do Garbage e a Alanis Morissete ( eu sei que ela casou, e ficou mais romântica, mas dizem que a filhota foi troca pela Scarlett Jonhson e voltou a ser revoltadérrima no último CD!). Agora o que é ” Jagedd Little Pill”, pessoas?
O primeiro CD da Alanis é simplesmente uma fantástica viagem ao mundo “mulher burra”  e olha que eu AMO esse cd, Alanis é minha ídola foverever and ever a vai merecer um psot exclusivo aqui.  Mas coisas como ” are you still think of me when you f…her?” , é de matar. Nem te conto como o cara deve tá pensando em você, xuxu!!! O que eu já berrei essa música hahaha…E Shirley Manson com ” Milk ” que ela diz que vai ficar esperando pelo cara indefinidamente…Ou ” I´m only happy when its rains, i´m only happy when its complicated… You know I love when the news are bad…”…Gente, que vontade de ouvir essas músicas agora!
Mas é claro que a ídola das MBs destrutivas é… Amy Winehouse!!! E poderia ser diferente?
E vocês? O que costumam ouvir nos seus momentos ” sou uma burrlada mesmo e esotu com dor de cotovelo?”

h1

O que me choca

outubro 24, 2008

Há quem se choque comigo. Eu nunca entendi direito o motivo. Talvez porque eu não fale exatamente o que as pessoas desejam ouvir, porque eu vou a fundo nas situações, porque eu testo todos os meus limites. Porque eu não recuso uma emoção ( mesmo sabendo que eu posso me estrepar depois), porque eu odeio rotina, porque eu não consigo fingir nada e porque a minha intuição de “mãe Dinah” quase semrpe funciona. Porque eu me recuso ser amiguinha de certa pessoas. Porque eu tenho o meu mundo. À parte, ok. E só entra nele quem é convidado.

Eu odeio convenções sociais babacas. ” Fica hoje, namora amanhã e casa depois de amanhã”, ” Quem dá de primeira é puta”, ” Se se arruma muito é fútil”, ” Tem cara que é pra apresentar pra mãe” e ETC.

 Pelo amor de Deus quem será quem inventou isso?! A gente tem que viver da forma que nos convém. E daí se vc tem uma relação indefinida com uma pessoa mas é feliz assim? E daí se você só tem 2 amigas? Que pelo menos elas sejam verdadeiras…E daí se você abandonou o seu emprego atual para ganhar menos?  E daí se não deu certo e tudo não passou de uma grande ilusão?  E daí se de vez em quando vc vai dispensar aquele menino bonzinho pra ficar um tempo com um cafa, mesmo sabendo que não você não será apresentada á família dele? Ficou chocado (a)?

Deixa eu te dizer o que me choca então. Eu me choco com mediocridade alheia. Eu me choco com que se mete onde não foi chamado. Eu me choco com faz intrigas, fofocas e com os invejosos. A vida dessas pessoas devem ser tão desinsteressantes que elas precisam cuidar da vida das outras. A minha vida pelo menos, me dá muito trabalho. Eu me choco com quem se vende por vodca importada. Ou por um jantar num restaurante caro dá quase na mesma. Em todo o caso, o cara não ouviu o que você disse mesmo. Eu me choco com a hiporisia masculina. ” Eu queria te conhecer”. Isso na night. Ou então… ” Vamos para o motel, não precisa rolar nada não…Eu não vou fazer nada que você não queria…” . Me engana que eu gosto. Eu me choco com a quantidade de gente mal comida que existe por aí.

Eu me choco com gente que paga uma faculdade de 4 dígitos, mas não tem cultura de vida nenhuma. Eu me choco com desrepeito. Eu me choco com quem destrata alguém que está numa posição inferior. Eu me choco com quem não sabe ouvir. Eu me choco com a situação do país. Me choco com a violência que nos faz ter medo de sair de casa.  Me choco em como é conveniente para os “poderosos” manter o povo na ingnorância. Me choco com desperdício. De qualquer coisa. De vida, de tempo, de lágrimas, de comida. Eu me choco com os falsos moralistas. Eu me choco com os evengélicos e com os macumbeiros. Me choco em perceber em como dinheiro não é garantia de felicidade. Não mesmo. Me choco com quem conhece num dia e fala que é amiga no outro. E me choco com que diz quem ama sem amar. Com quem mantêm uma relação por conveniência. Me choco com quem não tem vaidade nenhuma. E com quem tem vaidade demais.

Há muitos motivos para se chocar. Eu devo ser o menor deles.

h1

Anne, eu já era sua fã…

outubro 22, 2008

 

Mas depois dessa foto acho que abro um fã clube!

Preciso dizer nada, né? O cúmulo da delciadeza e elegância.

Um dia eu chego lá!

h1

O gosto do chá ( para B)

outubro 19, 2008

 

Eu deveria ter desconfiado. Seu autor preferido é Kafka. Kafka, B. você tem noção do que é isso? Eu tentei ler, eu juro, mas não consegui, era demais pra mim e olha que era demais numa época que eu faria qualquer coisa por você. Imagine agora. Passo longe de qualquer coisa depressiva e inclusive passo longe de você.

Você poderia ter evitado muita coisa, B. Você dizia que gostava muito de ser meu amigo, então porque você não foi meu amigo? Eu só queria que você me ouvisse, B.  Eu só queria me dissesse ” eu a amo e é com ela que eu quero ficar”.  E vou te dizer, me sentindo a pior das criaturas, não sei nem se na minha obssessão eu desistiria se ouvisse isso, mas pelo menos você teria sido um homem compreende?

Por isso que eu era uma mala com você no msn, te mandava intermináveis e-  mails. Parecia que eu tinha para te dizer nunca se esgotava. Mas está se esgotando. Agora. E você não vai ler essas palavras, mas eu quero dizê-las mesmo assim. E ah, amigo pra mim é quem eu frequënto a casa. É para quem eu posso ligar às 5 horas da manhã, é quem eu coenheço a família. Então B, sinto muito te dizer nós nunca fomos amigos.

B, até que você foi bem paciente comigo. Eu não sei se no seu lugar me aturaria tanto… mas vc dizia que gostava de conversar comigo, que eu era uma pessoa inteligente, sincera. Mas as vezes você também deixava claro que sentia atração física por mim. E como queria que eu não me iludisse?

É claro que eu te idealizei, B. Imagina aquela pessoa que vc conheceu nos tempos de colégio, uma pessoa linda, aberta, carinhosa simpática…E que desperta em você um sentimento que você acha que é uma simples bobagem, mas não era. E então quando eu menos espero você ressurgiu na minha vida.  Mulheres são babacas, B. Elas acreditam em destino, sabia?

O problema é que você já tinha mudado. E foi mudando ao longo dos anos, se tornando uma pessoa fria, ranzinza, apática. Mas eu não me toquei disso, você colocava a culpa da sua mudança nos estudos puxados e não no fato de simplesmente não ter tomado as rédeas da sua vida.  Até o seu relacionamento foi crescendo e sendo empurrado com a barriga como uma bola de neve. Mas o que você não faz por dinheiro, né? Por satus? Ou para simplesmente ser ” alguém na vida”? E abrir mão da melhor parte dela.

Mas eu achava que que era a pessoa ideal para você, sabe.  Com quem mais você ia ter essa afinidade intelectual, B?  A gente falava sobre marxismo, tráfico de drogas, política e a futilidade alheia. Você se sentia bem comigo, B. Eu até fazia  você, rir não? Você era o meu peso  e eu a sua leveza. Não poderia dar certo.  Você gostava do fato de eu gostar de você…Era  a sua válvula de escape, não?  A meleca é que somente a afinidade intelectual não basta. Nunca basta. A gente vivia batendo de frente por eu não me conformar com o seu comportamento. E olha que não tinhámos nada. Imagine se tivéssemos…É, definitivamente sua vida comigo não seria muito fácil, B. Mas tente convencer uma pessoa apaixonada disso. Eu queria te dar e emoção que você não parecia mais sentir em relação à nada. Mas quem disse que você queria emoção? Você queria estabilidade.

Até que recentemente eu te encontrei. Queria tanto te encontrar que acabei conseguindo. E  a pessoa que eu conheci de havaianas estava de terno. Totalmente rendido ao sistema. ” Uma pessoa comum, filho de Deus…” E pra mim tudo o que você não deveria ser era comum.  E você naquela frieza. Nem para demonstrar alegria por me ver. Nem para me dar dois beijinhos . Nem para me perguntar aonde eu estava indo e me oferecer uma carona. Afinal, eu ainda  era sua amiga, não?

Sabe que hoje em dia, eu entendo  sua namorada. Eu sei o que é gostar de alguém, se proecupar  e etc. Você me dizia que eu ia enontrar um cara bacana e ia perceber que tudo o que eu sentia por você era uma grande bobagem. E tenho pena dela porque com certeza ela gosta mas de você do que você dela.  E a coitada fica tentando atingir uma parte sua que nunca será atingida. E entendo também quando você não a larga. Você gosta muito dela, mas você não a ama. Mas ela te ama. E você faz um esforço supremo para  amá-la. Mas nunca vai conseguir. Eu espero que você um dia  consiga amar alguém de verdade, B. Ah, a sua primeria namorada aos 15 anos não conta, tá?  Como você mesmo disse  para mm uma vez :  è tudo muito diferente aos 15 anos…

Eu acho que encontrei esse cara bacana, B.  É claro que o cara se faz de mais difícil do que deveria, mas ele é simples,  B. Ao contrário de você, tão complicado, e ele me despe com o olhar, mas como não há aquela montanha russa que eu sentia com você, eu me sinto a pessoa mais à vontade do mundo na frente dele.  Talvez  ele não goste de mim da forma que deveria, mas eu tenho que pagar alguns pecados né?

Eu só tenho pena dela, B. É para ela que eu devo um pedido de desculpas. Sei que quase cometi um crime em relação à você, mas você mereceu qualquer perrengue que eu tenha feito você passar. Sei que eu fui podre. Que eu não tinha o direito de me meter no relacionamento de vocês como eu me meti. Ela não tinha nada a ver com  o fato de eu gostar de você. Mas você tinha e por isso eu fiz o que fiz. Eu achei que ninguém iria gostar de você mais do que eu. Mas tenho que admitir, ela gostava mais do que eu jamais gostaria, sim…E se nem ele você conseguiu fazer feliz, nunca que eu seria feliz com você, B.

Sabe que durante muitos anos, eu quis voltar lá na livraria onde tomamos chá  aquele dia, B. Até hoje eu não sei que gosto tem aquele chá. Lembro que achei bom, mas nem sei se realmente achei, ou se estava apensas inebriada pela sua presença, B.  Mas hoje não tenho mais vontade de tomar aquele chá, não, sabe?

Prefiro acreditar que ele era bom.

h1

Testado e aprovado

outubro 17, 2008

Eu já fiz um post contando o bando de gororoba que eu preciso passar na pele para ela ficar em bom estado. Só que a pessoa que vos fala também foi abençoada com um cabelo pra lá de trabalhoso. Fino e caheado , que resseca e fica com frizz à toa. Eu não troco o meu cabelo cacheado por nada desse mundo, maas não posso dizer que ele é bolinho hahaha…Aliás eu me dou trabalho pra me considerar ” apresentável”. Qual será o meu nível de paranoía? Hahaha

Mas isso tudo é pra dizer que a nova máscara da L´oreal que a querida Grazi faz propagando é o máximo. Não deixa nada a dever as Kerastases da vida, juro. Deixou meu cabelo macio, “molinho” , sedoso e me poupou de passar os 300 leave ins que eu tô acostumada a usar!!

Eu ainda não usei a linha toda, mas achei a máscara tão boa que estou pensando serimanete em fazê-lo.

Agora, mudando completamente de assunto…Pensem duas vezes, aliás UM MILHÃO de vezes, antes de dar idéia para um ser que atende por Lindemberg…

Mas  o que me deixou mais chocada foi o seguinte: se a Eloá tem 15 anos e namroava com ele há 3, quando eles começaram ela tinha 12, certo? E se o Lindemblergh tem 22 hoje em dia, ele tinha uns 20 quando começaram a namorar… Agora, me explica: um cara de 20 com uma menina de 12????? ( que mal tem corpo e cabeça formados…)

Pedofilia, nada né, imagina…

h1

I ( heart) Martha Medeiros

outubro 14, 2008

O que quer uma mulher?

Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina!

A mãe da criança, então, se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um namorado de olhos verdes e casará com ele, vivendo feliz para sempre.
A garotinha ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações. Laçarotes, babados, contos de fadas: toda mulher carrega a síndrome de Walt Disney.

 Até as mais modernas e cosmopolitas têm o sonho secreto de encontrar um príncipe encantado. Como não existe um Antonio Banderas para todas, nos conformamos com analistas de sistemas, gerentes de marketing, engenheiros mecânicos. Ou mecânicos de oficina mesmo, a situação não anda fácil. Serão eles desprezíveis? Que nada. São gentis, nos ajudam com as crianças, dão um duro danado no trabalho e têm o maior prazer em nos levar para jantar. São príncipes à sua maneira, e nós, cinderelas improvisadas, dizemos sim! sim! sim! diante do altar; mas, lá no fundo, a carência existencial herdada no berço jamais será preenchida.

Queremos ser resgatadas da torre do castelo. Queremos que o nosso pretendente enfrente dragões, bruxas, lobos selvagens. Queremos que ele sofra, que vare a noite atrás de nós, que faça tudo o que o José Mayer, o Marcelo Novaes e o Rodrigo Santoro fazem nas novelas. Queremos ouvir “eu te amo” só no último capítulo, de preferência num saguão de aeroporto, quando ele chegará a tempo de nos impedir de
embarcar.

O amor na vida real, no entanto, é bem menos arrebatador. “Eu te amo” virou uma frase tão romântica quanto “me passa o açúcar”. Entre casais, é mais fácil ouvir eu “te amo” ao encerrar uma ligação telefônica do que ao vivo e a cores. E fazem isso depois de terem se xingado por meia-hora: “Você vai chegar tarde de novo? Tenha a santa paciência, o que é que você tanto faz nesse escritório? Ontem foi a mesma coisa, que inferno! Eu é que não vou prepar o jantar para você às dez da noite, te vira. Tchau, também te amo.” E batem o telefone, possessos.
Sim, sabemos que a vida real não combina com cenas hollywoodianas. Sabemos que há apenas meia dúzia de castelos no mundo, quase todos abertos à visitação de turistas. Sabemos que os príncipes, hoje, andam meio carecas, usam óculos e cultivam uma barriguinha de chope. Não são
heróicos nem usam capa e espada, mas ao menos são de carne e osso, e a maioria tentaria nos resgatar de um prédio em chamas, caso a escada magirus alcançasse o nosso andar. Não é nada, não é nada, mas já é alguma coisa.

Dificilmente um homem consegue corresponder à expectativa de uma mulher, mas vê-los tentar é comovente. Alguns mandam flores, reservam quarto em hotéizinhos secretos, surpreendem com presentes, passagens aéreas, convites inusitados. São inteligentes, charmosos, ousados, corajosos, batalhadores. Disputam nosso amor como se estivessem numa guerra, e pra quê? Tudo o que recebem em troca é uma mulher que não pára de olhar pela janela, suspirando por algo que nem ela sabe direito o que é.

Perdoem esse nosso desvio cultural, rapazes. Nenhuma mulher se sente amada o suficiente.“

(Martha Medeiros)

Eu  sou fã da escritora Martha Medeiros porque ás vezes ela me diz exatamente aquilo que eu preciso ouvir. Exatamente aquilo que eu sinto. Ou aquilo que eu diria para alguém  e esse texto dela ” O que quer uma mulher?” não poderia ser mais verdadeiro. Eu não sei qual é o nosso problema, girls. Porque ultimamente estou passando por isso, acho que uma certa pessoa em questão deveria gostar mais de mim do que gosta. Só um parênteses: eu não tenho grandes laços com a pessoa em questão, não é namorado, marido nem nada perto disso rs. Talvez seja uma categoria ” ficante”( grrr… ódio, dessa palavra!).
Ele me faz me sentir desejada só com olhar, me faz acreditar que meu corpo é perfeito, tem um dos papos mais agradáveis do mundo no msn, fala sobre literatura comigo só porque sabe que eu gosto, abstrai que ” está me pegando” as vezes e fala sobre futebol também, mesmo que eu boie no assunto hahaha…Se me encontra por acaso pela noite afora , para o que tá fazendo e fica comigo .Acaba me dando satisfação da vida de uma forma natural, sem que eu precise pedir. Sempre diz que é bom falar comigo e me manda dormir ” com os anjinhos”. 
O que mais eu poderia querer?( Levando em consideração que é uma relação iniciante ,que eu estou lidando com um homem e que geralmente eles fogem de algo mais sério como o diabo foge da cruz)  Eu queria que ele me liguasse com mais frequência ( diga-se de 5 em 5 minutos), que ele me mandasse flores, que ele me pedisse em namoro amanhã e em casamento depois de amanhã.  Queria que ele aparecesse lá em casa de surpresa, que ele dissesse que eu sou a mulher da vida dele, que ele nunca mais sentiu vontade de ficar com mais ninguém desde que me conheceu e que planejasse nossa viagem juntos. Ah, e o nome dos filhos também claro.
Mas se ele fizesse isso bem capaz que eu pensasse ” que cara louco” e saísse correndo. É, nós somos muito problemáticas.